Ir a contenido
Portugal novamente em destaque na prestação de serviços públicos online

Portugal novamente em destaque na prestação de serviços públicos online

   Última actualización 21-07-2015

Portugal mantém posição cimeira na prestação de serviços públicos online aos cidadãos e às empresas, segundo o “European e-Government Benchmark” da Comissão Europeia.

O “European e-Government Benchmark” consiste num estudo anual de referência que procura avaliar o desempenho dos estados-membros no atendimento online aos cidadãos e às empresas. Portugal destaca-se nos importantes indicadores “Serviço Centrado no Cidadão”, “Facilitadores de TI” e “Transparência”.

O relatório deste ano, recentemente divulgado, apresenta uma nova ordem de classificação dos países, em função do nível de maturidade dos serviços eletrónicos prestados, por sua vez organizados por “eventos de vida”. Portugal, na classificação entre países, integra o grupo dos “Builders”, designação que corresponde a países com elevados níveis de digitalização (usabilidade, facilidade de utilização, velocidade, entre outros) e um nível médio de penetração (divulgação, acessibilidade, entre outros).

Portugal conseguiu o segundo lugar no indicador “Serviço Centrado no Cidadão”, com 91%, mais um ponto comparativamente com o ano anterior e imediatamente atrás de Malta. A mesma subida registou-se no indicador “Transparência”, com 72%, correspondendo à terceira posição, a seguir a Malta e Estónia.

Ao nível de “Facilitadores de TI (Key Enablers)”, Portugal alcançou um terceiro lugar com 86%. A autenticação como o Cartão de Cidadão, a Chave Móvel Digital ou a disponibilidade de serviços na Plataforma de Interoperabilidade da Administração Pública (iAP) revelaram-se contributos decisivos.

No indicador “Mobilidade Transfronteiriça”, Portugal ocupa o 10º lugar com 73% e nos “Serviços Prestados aos Cidadãos” o 18º lugar com 39% (face a uma média europeia de 43%), um acréscimo de 7% face ao ano anterior.


Eventos de Vida nacionais continuam a ter um lugar de destaque ao nível Europeu

No evento de vida “Criação de uma Empresa”, baseado em grande parte na avaliação do Balcão do Empreendedor, disponibilizado pelo Portal do Cidadão, Portugal consegue posição de destaque juntamente com Malta e Áustria, apresentando valores de disponibilidade online de 100% e usabilidade de 85%.

No evento de vida “Perda e Procura de Emprego”, incidindo sobretudo no Portal NetEmprego, foram obtidos resultados de 100% no indicador de disponibilidade online e de 75% no indicador de usabilidade. Os melhores resultados foram alcançados por Portugal, Malta, Estónia, Finlândia e Áustria.

Finalmente, no evento de vida “Estudar”, foram obtidos resultados de 100% no indicador de disponibilidade online e de 80% no indicador de usabilidade. Com o Portal de Acesso ao Ensino Superior da DGES em foco, Portugal alcançou inclusive a primeira posição no indicador de disponibilidade online com o valor de 100%.

Os resultados alcançados por Portugal neste estudo constituem um reconhecimento do trabalho continuo dos vários organismos da Administração Pública portuguesa na melhoria dos seus serviços e processos, bem como da estratégia e missão da Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA) no papel de coordenadora nacional.

 

AMA coordena European e-Government Benchmark ao nível nacional

Enquanto entidade que assegura a representação nacional e internacional de Portugal ao nível de Governo Eletrónico, a AMA é a entidade responsável por acompanhar o desenvolvimento do Benchmark no panorama nacional e prestar o apoio necessário à Comissão Europeia e às entidades nacionais envolvidas, que incluem:

  • ANSR - Associação Nacional de Segurança Rodoviária;
  • AT - Autoridade Tributária;
  • DGAJ - Direção Geral da Administração da Justiça;
  • DGES - Direção Geral do Ensino Superior;
  • DGPJ - Direção Geral de Política de Justiça;
  • IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação;
  • IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional;
  • IGFEJ - Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça;
  • IISS - Instituto de Informática da Segurança Social;
  • IMT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes;
  • IRN - Instituto dos Registos e do Notariado;
  • SEF - Serviço de Estrangeiros e Fronteiras;
  • SG MAI - Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna;

Pode consultar informações adicionais sobre o Relatório European e-Government Benchmark.

Valora este contenido : Promedio :5
Deja tu comentario

Deja tu comentario

Al utilizar este sitio web, usted se compromete a cumplir con los términos y condiciones que se asocian
La entidad de gestión de portal se reserva el derecho a eliminar los comentarios que se describe en la Política de Privacidad.